Viagem

Quem viaja abre seus horizontes.

Quando descobrimos que o mundo é muito maior e mais complexo do que o vemos, começamos a abrir nossa mente para algo muito maior. Acolher os diferentes e apreciar as culturas que se desenvolvem de forma diferente da nossa.

Mesmo para quem viaja no Brasil, as diferenças de cidade para cidade, de região para região são imensas. Quando saímos para fora do país a diferença então é gritante.

Não por que outros lugares sejam melhores, mas por que são diferentes. E ao nos abrirmos para estas diferenças compreendemos os limites de nossas realidades.

Começo falando um pouco sobre um passeio pela campanha gaúcha. Desci a região margeando o rio Uruguai, conhecendo os Sete Povos das Missões. Região que fala da história da colonização espanhola e portuguesa do Rio Grande do Sul. Guerras, destruições e lendas são nascidas nesta região. Terra com memórias de outros tempos e que nos leva a entender o amor do gaúcho a sua terra e valorização da conquista de seus espaços.

Viajar com calma, parando em cada canto, falando com as gentes e descobrindo as suas histórias oferece um mapa da vida, da história que não está escrita nos livros e da beleza que só pode ser encontrada para quem se propõe a descobrir…