Prevenção Quaternária

Como médico, não poderia fugir do tema que tem regido estes meus últimos anos de vida profissional. 

A Prevenção Quaternária, um conceito cunhado pelo médico de família Belga Marc Jamoulle em 1986, que visa evitar o excesso de intervenção médica sem que isto traga benefícios apropriados às pessoas, alvo destas ações.

Diariamente nos deparamos com propostas de novos medicamentos ou ações de saúde em que a evidência científica é frágil, ou claramente perigosa, levando a riscos desnecessários para as pessoas alvo das intervenções.

A pesquisa científica muitas vezes é distorcida induzindo as pessoas a condutas que podem levar a resultados muito negativos. O médico dinamarquês, Peter Gøtzsche, nos diz que as ações da medicina já são a terceira causa de mortes nos Estados Unidos da América. Algo a ser refletido. O médico inglês Ben Goldracre tem chamado por uma cruzada em prol de uma revisão profunda na pesquisa médica e em suas publicações.

Mas o que é em fim a Prevenção Quaternária? O conceito atual fala do uso do melhor conhecimento científico disponível confrontado com a experiência e expectativa das pessoas, alvos da atenção. Uma medicina centrada na história de vida das pessoas e centrada em suas expectativas. Significa traduzir o conhecimento e incertezas da medicina para uma forma adequadamente compreensível para as pessoas leigas. E decidir de forma compartilhada o que é adequado em uma situação particular.

Nesta seção vamos trazer sempre algum conceito a reflexão dos leitores, com as evidência e conflitos